Inovação, design, sustentabilidade e expressão de marca | Prêmio Objeto Brasileiro 2016
Moda, Design, Estamparia, Estúdio, Fashion, Cradle to Cradle, Brasil, Brazil, Arquitetura, Cultura
3196
single,single-post,postid-3196,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,boxed, vertical_menu_transparency vertical_menu_transparency_on,,qode-theme-ver-5.1,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.3,vc_responsive

Prêmio Objeto Brasileiro 2016

1139_

29 dez Prêmio Objeto Brasileiro 2016

O Prêmio Objeto Brasileiro é um concurso que faz parte de um conjunto de ações realizadas por A CASA museu do objeto brasileiro e tem como intenção destacar e premiar o melhor da produção artesanal contemporânea que é fruto do encontro entre o design e a produção artesanal.

Mais do que um abrangente concurso, organizado por uma instituição pioneira e atuante na promoção do design e da produção artesanal contemporânea, é um acontecimento que mobiliza e estimula recursos criativos, troca de ideias e novos contatos com a diversidade cultural brasileira e com diferentes contextos sociais e econômicos.

Nessa edição, seis produtos realizados para a exposição Saberes Manuais, nossa matriz colaborativa utilizando materiais naturais ou sustentáveis para o Salão de Inovação InspiraMais, foram selecionados para a segunda etapa, sendo 01 premiado com menção honrosa e outro selecionado para a entrada efetiva na exposição, que reúne os objetos artesanais mais contemporâneos do Brasil.

Diante da árvore cortada e dos pássaros desalojados, o POMBO jurou promessa: Humanos? Cago na cabeça. A narrativa é da artista Clarice Borian, que neste calçado premiado com menção honrosa, trabalha bordados e aplicações com resíduos de pólos calçadistas sobre linho. A parceria conta ainda com a participação da Fabiana Bertoldi Shoes, Ateliê Três Irmãos, coordenação criativa da RatoRói, e apoio da Assintecal e do Sebrae Nacional.

fabula

Foto Zé Roberto Muniz

Já o vestido Máscaras, selecionado para a exposição é inspirado na arte africana, para criar esse vínculo entre estampa, modelagem e escamas de pirarucu, que foram cuidadosamente trabalhadas unindo o ancestral e o contemporâneo nessa peça. As máscaras são objetos que mais impressionaram os povos europeus desde as primeiras exposições em museus do Velho Mundo, através de milhares de peças saqueadas do patrimônio cultural da África, embora sem reconhecimento de seu significado simbólico.

A máscara transforma o corpo que conserva sua individualidade e, servindo-se dele como se fosse um suporte vivo e animado, encarna a outro ser.

O trabalho foi realizado em parceria com a Hexoplexo utilizando componentes da Ecosimple e da Aguapele, com o apoio da Assintecal e do Sebrae Nacional.

15622382_1503957126300451_5068313941595860883_n

Foto divulgação Museu A Casa

Todas essas ações nascem da perspectiva de que quando estamos trabalhando juntos e compartilhando, todo mundo ganha. O meio ambiente ganha, geramos valor para a Rato, para as comunidades com quem trabalhamos, e para os artistas, designers  e empresas parcerias que se unem nesse grande desafio criativo.

Para nós essa maneira colaborativa e sustentável de trabalhar é a resposta para a encruzilhada que o capitalismo se encontra hoje. E são premiações como essa que mostra o sucesso desse jeito de fazer negócios.